Saudação ao congresso da JUCO | Juventude Comunista Avançando

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Saudação ao congresso da JUCO



Estimados camaradas da Juventude Comunista Colombiana,

A Juventude Comunista Avançando (Brasil) vem saudar a todos os participantes do 14º Congresso Nacional da Juventude Comunista Colombiana e agradecer o convite que essa honrosa Juventude estendeu à nós. Infelizmente não tivemos condições de nos fazermos presentes neste Congresso tão importante, não só para os jovens comunistas da Colômbia, mas também para todos os jovens comunistas do mundo.

Falamos isso com toda segurança, entendendo que o atual governo da Colômbia têm cumprido um papel importante internacionalmente na manutenção e defesa do imperialismo estadounidense. No contexto de crise estrutural do capital quando as ofensivas sofridas pelo povo aumentam a cada dia a resistência dos comunistas se faz muito necessária, debater os rumos da organização dos jovens e de seu povo é um ato revolucionário.

Somos absolutamente solidarios com a luta que os comunistas e o povo colombiano vêm calcando no seu país contra os ataques do sistema do capital.

Declaramos nosso total apoio a luta da Juventude e do povo colombiano e nosso grande respeito pela coragem e disposição para lutar diante de toda a repressão e autoritarismo sofridos diariamente. O papel das Juventudes Comunistas repousa na sua disposição para a luta, sua esperança no futuro, sua dedicação para os estudos e sua atuação prática revolucionária.

Desejamos de todo nosso fervor revolucionário um exitoso Congresso da JUCO!
Estamos juntos, em defesa de uma sociedade futura e emancipada!
Pela libertação dos povos tão aguerridos de nossa América Latina!

porque vocês som jovens comunistas, criadores da sociedade perfeita, seres humanos destinados a viver num mundo novo de onde terá desaparecido de vez todo o caduco, todo o velho, todo o que representar a sociedade cujas bases acabam de ser destruídas
(E. Che Guevara) “O que deve ser um joven comunista?”


Dezembro, 2011.
Direção Nacional