Operários da construção em greve na Bahia | Juventude Comunista Avançando

sábado, 14 de abril de 2012

Operários da construção em greve na Bahia


Mais de 30 mil operários da construção pesada da Bahia paralisaram os serviços nesta quinta-feira, 12 de abril, reivindicando melhorias nas condições de trabalho. Grande parte das obras do estado está parada desde o início da manhã, incluindo a da Arena Fonte Nova, estádio que receberá jogos da Copa do Mundo de 2014.
Além da Fonte Nova, a construção da Via expressa, da Via Bahia Polo Naval, Parques Eólicos, Ferrovia Leste/Oeste e do Metrô também foram paralisadas. O movimento grevista também está acontecendo em outras 80 obras vigentes na Bahia e é classificada como de toda a categoria.
Os trabalhadores exigem um reajuste de 13% do salário, 40 horas semanais, pisos salariais unificados nacionalmente, cesta básica de R$ 250, trabalho de segunda a sexta-feira, planos de saúde e segurança no trabalho, pagamento de horas extras e melhores condições de serviço.
Os mais de 30 mil trabalhadores da construção pesada no estado estão distribuídos em 301 obras com mais de 300 empresas. O valor de investimentos globais é próximo aos 20 bilhões de reais.