Águias Negras ameaçam a Marcha Patriótica | Juventude Comunista Avançando

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Águias Negras ameaçam a Marcha Patriótica


O grupo criminoso paramilitar conhecido como “Águias Negras" circulou um comunicado no qual ameaçam de morte os membros de várias organizações sindicais, sociais e políticas colombianas vinculadas à Marcha Patriótica. No comunicado, o grupo delinquente diz que os dirigentes do movimento devem suspender suas atividades políticas se não quiserem ser declarados objetivos militares.

O comunicado é atribuído ao Bloco Capital das Águilas Negras, no qual ameaçam a maior parte dos integrantes do movimento político Marcha Patriótica.

O comunicado começa advertindo a "todos os membros da União Patriótica, que não são mais do que auxiliares da guerrilha, terroristas, sapos filhos da puta amigos de Chávez, que participam em todas as marchas contra o estado legalmente constituído, e que entorpecem a ação das nossas gloriosas instituições militares e policiais".

O comunicado continua dizendo que os grupos mencionados atuam "sublevando as comunidades para que reivindiquem seus supostos direitos, que exijam terras, além de supostos benefícios por terem sido desalojados ou vítimas do estado, abusando da enorme boa vontade do nosso presidente Santos, e que se opõe ao sacrifício dos nossos heróis da pátria, que brindam suas vidas pelo bem estar da nossa nação, lutando contra os guerrilheiros filhos da puta e terroristas em todas as partes do nosso território."

Por essas razões declaram "objetivo militar as direções das organizações relacionadas abaixo, que são financiados pela guerrilha para fazerem o trabalho junto à população e a construção de seu novo movimento, a Marcha Patriótica, a qual eliminaremos como fizemos com outros movimentos nos anos anteriores: FENSUAGRO, ASOCAMNDES, CONAP, CND, ANDESCOL, REINICAR, FUNHASCOL, MANE, ANDAS, MESA NACIONAL, CASA DE AMISTAD CON VENEZUELA, FEDERACION NACIONAL SINDICAL NUEVO LIDERAZGO CAMPESINO."

Também advertem que os dirigentes da Marcha Patriótica foram declarados como ponta de lança da guerrilha, e quem continuar com as atividades políticas serão declarados, igualmente, objetivos militares deste grupo delinquente.

Além disso instam os ameaçados a abandonar a cidade de Bogotá em poucos dias. O comunicado foi assinado em maio pelo Bloco Capital das "Águias Negras", que opera na cidade de Bogotá.
Este comunicado tem uma relação direta com a denúncia feita pela ex-senadora Piedad Córdoba, acerca de ameaças a sua integridade física por causa da sua posição política.


Tradução: PCB – Partido Comunista Brasileiro