Nicolás Maduro recebeu neste domingo o apoio do Partido Comunista da Venezuela | Juventude Comunista Avançando

domingo, 10 de março de 2013

Nicolás Maduro recebeu neste domingo o apoio do Partido Comunista da Venezuela

Venezuela - Diário Liberdade - "Chamar a alguém comunista é chamar-lhe honesto", afirma Nicolás Maduro.

O Partido Comunista de Venezuela (PCV) ratificou neste domingo o seu apoio a Nicolás Maduro como candidato da Revolução Bolivariana para as eleições presidenciais do vindouro dia 14 de abril, anunciadas por Conselho Nacional Eleitoral depois da falta absoluta declarada pelo falecimento do Comandante Hugo Chávez.

O XII Congresso Nacional do PCV anunciou o apoio à candidatura de Maduro à presidência, não só porque assim o pediu o líder da Revolução Bolivariana em sua última alocução no passado dia 8 de dezembro, mas também porque o atual chefe de Estado encarregado da Venezuela "provém da classe operária, e está comprometido com as causas da classe trabalhadora".

Sob a palavra de ordem "Chávez vive, a luta continua", o Partido Comunista reuniu-se neste domingo na capital venezuelana.

Ante o apoio da tolda política, Nicolás Maduro assegurou que "assumimos o repto em nome de nosso povo, porque nós somos homens e mulheres do povo, da rua. Nenhum de nós porta um apelido burguês".

Maduro destacou que o PCV "é uma escola de democratas, a democracia é sua bandeira e nasceu na Venezuela do movimento sindical operário".

"Vimos de uma luta longa" mas "todas essas lutas puderam ser canalizadas de maneira grande e correta pela Revolução Bolivariana encabeçada por Hugo Chávez", acrescentou.

Destacou que dentro das fileiras da Revolução "buscamos força moral, força espiritual, e força história para fazer andar a maquina de construção de pátria que nos deixou o Comandante Chávez".