Colômbia: Saudação da Delegação de Paz das FARC-EP à Marcha do dia 9 de abril | Juventude Comunista Avançando

terça-feira, 9 de abril de 2013

Colômbia: Saudação da Delegação de Paz das FARC-EP à Marcha do dia 9 de abril

Colômbia - ANNCOL - A Delegação de Paz das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo, saúda com afeto todas e cada uma das pessoas que hoje, 9 de abril de 2013, têm tomado a decisão de marchar pela paz da Colômbia e que, fazendo esforços enormes, têm chegado de todos os cantos do país à Capital, Bogotá, a manifestar seu profundo desejo de que a nossa pátria logre uma paz justa, democrática e duradoura para todos seus cidadãos.

As FARC-EP amamos profundamente a Colômbia, seu povo, suas montanhas, suas planícies, seus litorais, seus páramos e suas cidades. E é precisamente fruto desse amor profundo pelo que nos temos alçado em armas em resposta a essa violência sempiterna que têm exercido historicamente as classes dominantes para submeter o povo. Nossas reivindicações de hoje são as dos esquecidos, as dos despossuídos, as de essa outra Colômbia cujos reclamos e necessidades jamais têm sido atendidos.

É hora de pôr fim a essa terrível noite de violência que nos consome desde há meio século. Como disse há anos Jorge Eliécer Gaitán em sua estremecedora Oração pela Paz: "Amamos profundamente essa pátria nossa e não queremos que nossa nave vitoriosa navegue sobre rios de sangue"

Já é hora de elevarmos por encima de qualquer mesquindade pessoas, de qualquer sórdido cálculo politiqueiro e avançar decididamente rumo à construção de uma Colômbia nova, construída entre todos e para benefício de todos.

Essa grande manifestação do povo, massivamente mobilizado, é expressão desse espírito coletivo, dessa grande aspiração nacional com a que nos identificamos todos os que amamos a Colômbia. É um grande clamor pela paz; nos somamos a esse grande torrente nacional sem qualquer vacilação.

Os milhares de guerrilheiros e guerrilheiras das FARC-EP desejamos a paz, não a paz dos sepulcros, não a paz da dependência, não a paz da plutocracia. Desejamos uma paz que rime com democracia, participação, dignidade, com produção nacional, terra, cultura, com educação, com equidade. Uma paz que permita a realização plena dos homens e mulheres que temos nascido e os que nascerão nesta terra.

Apesar da enorme distância geográfica que nos separa, nossa Delegação de Paz se sente hoje marchando com vocês nas ruas de Bogotá. Todo nosso afeto para que decidiram hoje deixar suas atividades cotidianas para fazer público seu anseio e seu compromisso pela paz. Somados todos os nossos passos, o avanço será certo, Colômbia terá paz e construiremos entre todos a Colômbia que queremos.

DELEGAÇÂO DE PAZ DAS FARC EP

La Habana, Cuba, 9 de abril de 2013.