Vitória na UDESC: Estudantes conquistam reajuste das bolsas! | Juventude Comunista Avançando

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Vitória na UDESC: Estudantes conquistam reajuste das bolsas!

Nota do DART* - Gestão Roda Viva - 23 abril 2013

O movimento estudantil da UDESC obtém uma importante vitória, com o reajuste de 11,1% no valor das bolsas de extensão, pesquisa, monitoria, iniciação científica e apoio discente e cultural, que contemplam hoje mil e trezentos estudantes da UDESC. A conquista se deu depois de exitosa ocupação de reitoria, que a partir de audiência pública, em que foram pautados 18 pontos de reivindicações tirados em Assembléia Estudantil, dentre os quais a bolsa estudantil.

O valor equivalente a R$ 360,00, passa para R$ 400,00, uma vitória parcial na medida em que reivindicamos o reajuste anual com base na inflação de todos os anos acumulados, mas muito importante visto que o valor se mantinha congelado nos últimos 3 anos. Esse ajuste atrasado da bolsa garantiu-se por pressão da luta estudantil, e refletirá no dia a dia da vida dos estudantes que tem necessidades financeiras e que, não podendo ter vínculos empregatícios (já que há um impeditivo como prerrogativa para requerer a bolsa) dependem integralmente deste valor.

Embora em todos os seus discursos, a reitoria mencionasse a impossibilidade de avanço nos pontos que exigem recursos financeiros, mais uma vez a organização estudantil mostrou-se como a maior força, capaz de arrancar com grandes esforços esse avanço. Enxergamos a ocupação da reitoria como uma ferramenta do movimento estudantil (que ocorre desse modo em resposta ao modo como as questões referentes a esta categoria são colocadas) e não com um fim em si, e que mostrou seu acerto e sua efetividade nas conquistas (ainda parciais), mas principalmente na organização dos estudantes.

A pauta é longa, e não pararemos por aí. Esse foi um primeiro salto, que deve servir não para comodidade, mas como exemplo e acúmulo para as lutas que virão!
Viva a Luta e a organização dos estudantes! 
Conheça o documento de reivindicações tirado em Assembleia Estudantil dos estudantes do Campus 1 da UDESC

1- Paridade representativa nos conselhos deliberativos da UDESC, dentre professores (as), estudantes e técnicos (as);
2- voto universal nas eleições na Universidade. (direção de centro, reitoria);
3- a garantia de deslocamento de estudantes, a nível estadual, para as reuniões, para reuniões estudantis;
4- Restaurante Universitário da UDESC: teto para o preço do RU no valor R$: 1,50. Por um RU realmente público. Gerido integralmente pela UDESC, vinculado a uma coordenadoria interna do restaurante universitário, vinculado a PROEX. Preço universal para toda comunidade acadêmica (estudantes, professores, técnicos e funcionários terceirizados); com possibilidade de isenção para estudantes com baixa renda, realizada após acompanhamento de assistente social. Alimentação (café da manhã, almoço e jantar).
5- Criação de um espaço de Convivência em todos os Campi da UDESC;
6- Creches em todos os Campi para os filhos das/dos estudantes, prioritariamente, e havendo vagas remanescentes, abrir à comunidade em geral por via de cadastro socioeconômico;
7- construção de moradia estudantil em todos os Campi;
8- Criação de uma comissão paritária entre os estudantes e a reitoria para a revisão dos critérios do Prape;
9- Garantia da realização semestral do edital para o aumento de vagas para o Prape;
10- Aumento da Bolsa reajustado com relação à inflação desde último reajuste (ou criação);
11- Transformação da bolsa de trabalho em uma bolsa dentro da área de estudos;
12- Abertura de concursos públicos para novos técnicos (que atualmente tem as vagas preenchidas pelas bolsas de trabalho);
13- Ambulatório que funcione, tratamento odontológico, médico permanente para atender aos estudantes e, enfermaria equipada;
14- bolsa PROME, de auxílio para os estudantes que fazem mobilidade no exterior, que haja uma por curso;
15- Readaptação do Campus à acessibilidade às pessoas com necessidades especiais, e acesso de pedestres. Com manutenção do espaço. Adequação as regras do MEC;
16- Abertura total dos Campi nos finais de semana e após as 22h;
17- Não penalização/criminalização de estudantes participantes de manifestações e movimento estudantil em geral.
18-(Garantir discussão em todos os centros sobre o processo 11781/2012 referente a alteração do regimento geral da universidade).

* Diretório Acadêmico de Artes da UDESC