VITÓRIA!!! René González consegue permissao para permanecer em Cuba! | Juventude Comunista Avançando

domingo, 12 de maio de 2013

VITÓRIA!!! René González consegue permissao para permanecer em Cuba!

René González poderá cumprir o restante de sua pena (em regime de liberdade condicional) em Cuba!
Em ato que simboliza um grande avanço para o caso dos Cinco Cubanos, um tribunal concedeu permissão – similar a outra expedida em Junho do ano passado – para que René González cumpra o tempo restante de sua liberdade condicional de três anos em Cuba, podendo permanecer definitivamente em seu país após esse período. Até entao, o tribunal exigia que René cumprisse sua liberdade condicional nos EUA, em local nao revelado. Essa sentença obrigava René a permanecer isolado e na clandestinidade, pois naquele país ele sofre ameaças de morte pelos mesmos terroristas cujos planos os Cinco pretendiam expor, quando foram aos EUA. 

René já estava em Cuba há duas semanas, para comparecer às cerimônias fúnebres de seu pai Cándido, que faleceu recentemente. 

“René e eu estamos felizes por ele poder ficar ao lado de sua família, permanentemente. A conduta exemplar de René demonstra que os Cinco nao sao aqueles indivíduos perigosos que o Governo dos EUA insiste em dizer. Estamos muito felizes e tomaramos todas as medidas necessárias para que ele fique, em conformidade com a ordem judicial”, disse Phil Horowitz, advogado de René. 

A ordem judicial de 7 páginas, emitida pela Juíza Joan Lenard (clique aqui para baixar o documento na íntegra), descreve os requisitos para René permanecer em Cuba. O principal deles é que renuncie à sua nacionalidade estadunidense, ao qual René já havia voluntariamente se oferecido. De acordo com o Código Federal dos EUA, é necessário estar fora do país para renunciar à cidadania estadunidente. 

Estamos muito contentes por René que, jassim como seus quatro irmaos cubanos, foi injustamente castigado por ser um orgulhoso defensor de seu povo, de sua pátria e da Revoluçao Cubana. Esta notícia deve dar a todos os defensores da causa dos Cinco Cubanos uma grande inspiraçao para continuar na luta e fazer com que Gerardo, Ramón, Antonio e Fernando possam voltar para casa imediatamente!

OBAMA, vamos lá!
Sim, você pode!
LIBERDADE JÁ!


Fonte: http://liberdadecincocubanos.blogspot.com.br/

____________________________________

René González: Sinto-me feliz de poder incorporar-me à sociedade que pertenço.

Às quatro da tarde dessa segunda-feira (06), René González chegou à Embaixada dos Estados Unidos em Havana para iniciar o processo de renuncia de sua cidadania estadunidense.

"Eu me sinto feliz por estar em Cuba, para estar com a minha família, com meu povo. De me incorporar à sociedade que pertenço ". Estas foram as primeiras declarações de René GonzálezSchewerert na ilha desde o último 03 de maio. A juíza Joan Lenard, da Flórida, aceitou o pedido feito pelo lutador anti-terrorista para modificar os termos de sua liberdade condicional e permanecem em Cuba, em troca de sua renúncia voluntária da cidadania estadounidense.

Acompanhado por sua esposa e filhas e seu advogado Phillip Horowittz, o Herói da República de Cuba chegou às quatro da tarde de segunda-feira na Seção de Interesses dos Estados Unidos em Havana para iniciar, formalmente, o processo de renúncia voluntária de sua cidadania estadunidense.

Vestida de camisa azul xadrez e mostrando um ânimo pelo qual não se percebiam os sinais de sofrimento que causaram os muitos anos de detenção injusta e retenção nos Estados Unidos, o lutador antiterrorista cumprimentou moradores que, emocionados, lhe parabenizaram e conversou com a imprensa que esperava sua saída da embaixada.

"Há muitas emoções neste processo. Meu pai morreu e em meio a essas circunstâncias é que nos foi dada a oportunidade de, no final, a juíza conceder meu pedido. Em outras palavras, é um processo complicado, mas temos que tomar a melhor parte", disse René, visivelmente emocionado.

Ele disse que, uma vez dentro do prédio "foram feitos os trâmites necessários e em breve irá estender-me o certificado. Uma vez em minhas mãos, já não sou um cidadão dos EUA, mas simum orgulhoso cidadão cubano, sinceramente."

Detalhes sobre o processo não é prudente oferecer-lhes informações agora, disse René, para que nenhuma declaração "interfira nesse assunto que foi tratado de forma profissional pelossenhores da embaixada".

Perguntado por Juventud Rebelde sobre seus quatro irmãos de luta - Gerardo Hernández, Ramón Labañino, Fernando González e Antonio Guerrero -, que permanecem presos nos EstadosUnidos, René enfatizou sobre a necessidade de continuar a lutar para tirá-los da cadeia.

"É uma injustiça, um crime que estejam presos, não merecem. Temos que continuar lutando porque precisamos deles em Cuba. A família e o povo cubano precisam deles e não merecem estar onde estão", concluiu.

Fonte: http://www.juventudrebelde.cu/cuba/2013-05-06/rene-gonzalez-en-la-sina/

Tradução: Juventude Comunista Avançando - Secretaria de Política Internacional