Torcedores protestam na inauguração do “novo” Maracanã | Juventude Comunista Avançando

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Torcedores protestam na inauguração do “novo” Maracanã


Antes do amistoso entre Brasil e Inglaterra no "novo estádio" do Maracanã, na cidade do Rio de Janeiro, manifestantes protestaram contra a demolição do Parque Aquático Julio de Lamare e do Estádio de Atletismo Célio de Barros, ambos localizados em torno do estádio.
Segundo João Hermínio Marques, da Frente Nacional dos Torcedores, citado pelo portal Terra, a manifestação era para pedir a saída de José Marín - acusado de ser colaborador da ditadura civil-militar (64-85) - da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por uma regulamentação desportiva e por um Maracanã para todos e não só para a elite.

No entanto a polícia agiu rápido, tomou vários objetos de protesto dos ativistas e os vigiaram o tempo todo que eles estiveram de fora do estádio.

O estádio Jornalista Mário Filho, o popular Maracanã, foi reinaugurado na tarde deste domigo (2) e será o palco da final da Copa do Mundo de 2014. No entanto, como colocam os críticos, o que aconteceu ontem está mais para a inauguração da "Arena Eike Batista". O bilionário brasileiro foi um dos empresários que venceu a licitação, acusada de ser fraudulenta, para gerir o novo complexo Maracanã, que além do estádio inclui o ginásio Maracanãzinho e os já citados Célio Barros e Julio de Lamare, que estão ameaçados de serem demolidos para construção de novos empreendimentos.

Foto: Daniel Ramalho /Terra.