As Juventudes Comunistas do mundo em solidariedade com Ayotzinapa | Juventude Comunista Avançando

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

As Juventudes Comunistas do mundo em solidariedade com Ayotzinapa

Interadas da situação que atravessa o México, as juventudes comunistas ressaltam que o caso dos 43 estudantes normalistas desaparecidos da Normal Rural de Ayotzinapa, é o estopim de uma longa sequência de genocídios desencadeados pelo Estado mexicano contra seus opositores políticos. Esses genocídios buscam aterrorizar e imobilizar a classe trabalhadora e o povo do México que, nos últimos anos, tem manifestado uma crescente insubmissão diante do poder dos monopólios e da oligarquia que governam aquele país.

As juventudes comunistas denunciam a responsabilidade direta dos que foram o braço executor do massacre dos 43 normalistas de Ayotzinapa: a polícia, o exército e diretamente o Partido da Revolução Democrática (PRD). As responsabilidades políticas destes acontecimentos atrozes incluem personagens como López Obrador, que apoiou o agora ex-governador de Guerrero (Angel Aguirre) e prefeito de Iguala (José Luis Abarca) quando eram candidatos. O bloco de partidos conhecido como “Pacto por México” (PRI, PAN, PRD) que tem instrumentalizado as políticas anti-populares e criado os mecanismos paramilitares que conduziram até a atual situação.

Expressamos nossa solidariedade com o povo do México. Ayotzinapa foi a gota que derramou no vaso que há tempo vem se enchendo de guerra e repressão, com medidas bárbaras para descarregar o custo da crise na classe trabalhadora e no povo, como as “reformas” trabalhista, agrária, fiscal, energética, etc. Respaldamos o povo do México e declaramos que é legítima sua consigna pela derrubada do atual governo, assim como são legítimas todas as formas de luta que considerem necessárias para alcançar uma saída favorável aos interesses populares.

No dia de hoje as juventudes comunistas protestam do lado de fora das embaixadas e sedes diplomáticas do governo mexicano, para somar nossa solidariedade aos pais e familiares dos normalistas desaparecidos.

Por nossos mortos nem um minuto de silêncio, toda uma vida de combate!

Assinam:

Federação de Jovens Comunistas (FJC) – México

Juventude Comunista da Venezuela – (JCV)

União da Juventude Comunista (UJC) – Brasil

Juventude Comunista da Bolívia (JCB)

Juventude Comunista Paraguaia (JCP)

Federação Comunista da Argentina (FEDE)

Juventude Comunista do Equador (JCE)

Juventude Comunista Avançando (JCA) – Brasil

Juventude Comunista da Grécia (KNE)

Coletivos de Jovens Comunistas (CJC) – Espanha

Frente da Juventude Comunista (FGC) - Itália


Tradução: JCA